Casa de Portugal SP participa da fundação da Rede Mundial Magalhânica

Alberto Tapada, secretário geral AETUR. Foto Catarina Machado

Por Catarina Machado
Do Douro para o Mundo Lusíada

A Casa de Portugal de São Paulo, sócia honorária da AETUR – Associação de Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes, subscreveu na cidade de Sabrosa no Vale do Douro em cerimônia realizada no passado dia 12 de outubro, a escritura de fundação da REMAM – Rede Mundial Magalhânica, que agrupa organizações públicas e privadas de países e cidades ligadas pela geografia Magalhânica, numa iniciativa empresarial que suportará o futuro das dinâmicas globalmente assumidas no espírito e nos objetivos das comemorações Magalhânicas e que pretende manter uma dinâmica empresarial que promove o desenvolvimento e a aproximação entre povos e o seu tecido empresarial.

Portugal estará envolvido, entre 2019 e 2022, à escala mundial, nas Celebrações do V Centenário de um dos maiores marcos universais, que constitui a primeira viagem de circum-navegação da História Mundial, comandada por Fernão de Magalhães, o navegador português nascido em Sabrosa, no Douro, que partiu em 1519 para descobrir a metade desconhecida do Mundo.

Nessa perspectiva, a AETUR – Associação de Empresários Turísticos do Douro e Trás-os- Montes, constituiu, com um conjunto de parceiros nacionais e internacionais, uma Rede Mundial de Associações Empresariais, centrada na vertente econômica, que incorpora contributos de base empresarial, estruturados numa malha associativa alargada, bem como na cultura e nos Patrimônios Mundiais.

No Brasil, para além da Casa de Portugal, considerada parceira estratégica neste projeto, integram essa rede mundial a Fundação Padre Anchieta – TV Cultura e a BRAZTOA – Associação Brasileira de Operadores Turísticos.

A Casa de Portugal [de São Paulo] foi representada pelo seu vice presidente Paulo Machado, que em seu discurso referiu “a importância da constituição dessa rede mundial, a honrosa distinção para a Casa de Portugal por ter sido convidada para participar dessa iniciativa como sócia-fundadora e sugeriu que essa rede sirva para reunir e evidenciar a presença portuguesa no Mundo.”

Roberto Nedelciu, operador turístico brasileiro e representante da BRAZTOA nessa cerimônia, disse que “para a BRAZTOA será uma excelente oportunidade para estabelecer contatos com outras associações homólogas em todo o Mundo e que pretende liderar a criação um roteiro turístico com a intervenção de diversas associações internacionais do setor do turismo, possibilitando assim que a viagem de circunavegação de 500 anos atrás possa ser repetida por milhares de turistas de todo o mundo.”

Nessa oportunidade participaram ainda 12 operadores turísticos do Brasil e dos Estados Unidos que foram convidados pela AETUR para conhecer a oferta turística do Douro e Trás-os-Montes e estabelecerem contatos com empresários locais do setor do Turismo visando a contratação de serviços que permitam a criação de novos pacotes turísticos em seus respectivos mercados.

Operadores brasileiros e norte-americanos em visita ao terminal do Porto de Leixões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend