Notas do Editor

Enquanto tem gente se bicando por aí (foto mostra Miguel e Silva e José de Sá dando praticamente um selinho), nós estamos aqui dando um duro danado. Tem muita coisa rolando pra todo lado, meu Deus!

Eu fiquei estupefato outro dia e agora você também pode até ficar, como dizem: “tamo junto” e vamos ficar todos estupefatos. Acontece que uma jornalista dessas muito, mas muito xereta, que pega um aroma no ar e descobre de onde é o vazamento, me ligou e disse umas coisinhas entre portugueses do Brasil, de Portugal e no meio do caminho não, até porque, o mar é salgado e só tá pra peixe mesmo.

E não é que nas revelações aparece um elo parentesco entre um líder associativo, um ex-diretor de turismo e funcionários do Consulado de São Paulo? Até aí tudo bem, mas, tirando o líder associativo, os outros são funcionários com altos salários e influências políticas incontestáveis. Assim como algumas atitudes muito recentes desses funcionários foram muito contestadas em bastidores cada vez mais pesados. O que rola de grana e influências nesse meio é um carnaval fora de época. E o governo vende ao mundo uma situação de “extrema pobreza” – tá parecendo nosso Brasilzão!!

Dizem em Portugal que um tal ministro tem um lado super mega delicado e isso é conhecidíssimo na sociedade, no meio político e até na mídia do país. É não só conhecido, como assumido e ninguém liga pra isso não, normal. Modernidade não bate de frente com liberdade – tamo junto ministro… Cada um faz o que quer com a pimenta dos outros. (não exatamente nessa ordem).

E o Brasil tem um programa que se chama “Portal da Transparência” (www.portaltransparencia.gov.br/). É do governo federal. Você conhece, já acessou lá pra ver como funciona? É um portal na Internet para você pesquisar e encontrar dados detalhados sobre a execução orçamentária e financeira do governo federal, com possibilidade de pesquisar informações por dia e pela fase de despesa (empenho, liquidação ou pagamento). E olha só: a atualização dos dados é diária. Já pensou se Portugal, que é um país muito pequenino, tivesse um serviço assim? Dava pra ver tudo em questão de horas! Até um tal de fundo aí que ninguém fala que recebe, mas alguns recebem e ficam bem quietinhos, poderia aparecer lá e então o governo poderia saber porque está tão pobrezinho. Como dizem as más línguas, dinheiro nóis tem sim, mas só pros amigos.

Se bem que no Brasil, com esse portal aí a robalheira ainda é gigantesca, imagine só sem uma ferramenta de fiscalização. No Brasil se não é a imprensa, não aparece nada em cueca, na meia, no táxi, na bolsa, no restaurante….

Lembra do Barreira de Souza? Então ele (dizem) está sendo investigado ainda pela gestão no Consulado de São Paulo. E ao que parece tem conta bancária que ainda está em nome dele! Será? Se for isso ele ainda está movimentando! Jesus!! Livra-nos dele.

Falando em Consulado isso aqui pode aumentar bastante. Por exemplo, será verdade que uma operadora de turismo que faliu recentemente surrupiou mesmo uma puta grana que era destinada a uma entidade assistencial??? Será verdade? O diplomata de carreira, que era gestor do consulado teria deixado uma grande quantidade na mão do surrupiador! A bagaça faliu e o dim-dim sumiu! E agora?

E uma tal candidata que teria divulgado recentemente que o consulado de São Paulo tem receita de 3 milhões por mês? Agora parece que terá uma auditoria externa para saber o que essa empresa está fazendo com todo esse dinheiro, ai, ai, ai…

E o Lar da Provedoria (acho) que continua sem receber aqueles recursos prometidos pelo Antonio Braga. Eeeee Braga… Agora é tarde. O Braga não é mais. Agora é o Cesário. E uma fonte ligada a ele, me disse que a coisa por lá tá feia. Tudo comprometido até o final do ano. Nem pra salário vai dar. Nem pra uma postinha de bacalhau em Paris, nada!

Se bem que a Provedoria soube se precaver. Com certeza não tem ninguém internado lá e que tenha condições, que a família tem bons recursos, que seja realmente carente. Tipo assim: salário de 3 mil mas declarado só 600. E logicamente lá não tem funcionários sobrando, certamente que não. Afinal, o presidente Ramalho é um empresário da maior seriedade, claro que não faria coisa que depois o desabonasse. Sabe como é né, quem assina a bronca é o presidente….

Quer comentar alguma coisa coloca aí, tamo junto!

E por hoje é só, tô com fome…

______________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend