“Um verdadeiro sistema português em São Paulo”

Por Paulo Lourenço

Celebrar o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em São Paulo, este ano, tem para mim um significado especial. Por três razões, em especial.

Primeiro, porque a relação entre esta metrópole e o nosso país vive hoje um momento de intensidade e redescobrimento provavelmente sem precedentes. Nunca os paulistas visitaram, investiram, estudaram ou residiram em cidades portuguesas como hoje. Nunca se assistiu a tanto intercâmbio entre criadores, nem tantos artistas portugueses pisaram estes palcos.

Há hoje uma familiaridade e uma nova intimidade, alicerçadas na língua que partilhamos, num interesse muito mais alargado sobre arte e cultura portuguesas e na cumplicidade que nunca deixámos de ter, que ajuda por isso a explicar por que o circuito paulistano Experimenta Portugal, lançado há 4 anos pelo Consulado Geral, começou por celebrar 3 dias em 2015 e este ano oferece uma programação de 3 meses.  Já faz parte da agenda desta cidade.

Em segundo, este foi também um ano importante para a comunidade luso-brasileira que viu o sonho antigo de uma Escola Portuguesa se tornar irreversível nesta que é a maior cidade de língua portuguesa do mundo. Tal foi possível graças ao empenho do Estado português e do Governo do Estado de São Paulo que, no passado dia 29 de março, assinaram o Termo de Cessão que transfere um edifício do parque estadual de educação para o Ministério da Educação da República Portuguesa.

Por fim, não posso deixar de evidenciar a atenção contínua que o Governo a as instituições públicas tem dedicado à comunidade empresarial e associativa portuguesa em São Paulo, através de um fluxo ininterrupto de visitas de trabalho, sempre marcadas por encontros e contatos com as forças vivas da nossa numerosa e relevante presença na capital económica e cultural do país.

Vivemos um momento único que reflete, ao mesmo tempo, a vitalidade global da nossa cultura, amparada em tradição e modernidade, e a unidade de propósito que hoje congrega e anima as instituições que aqui articulam, de modo mais direto, o interesse de Portugal e dos luso-brasileiros. Assim, Consulado Geral, Câmara Portuguesa, Associações, CCLB, AICEP e a futura Escola Portuguesa ajudam a compor hoje um verdadeiro sistema português em S.Paulo, mais coerente, mais convergente e mais ambicioso.

Comemorar o Dia Nacional em São Paulo é talvez por isso hoje, não apenas uma celebração da nossa identidade, cultura, riqueza, solidariedade e empreendedorismo, mas uma verdadeira prova de força numa das cidades mais competitivas do mundo, cada vez mais à altura da nossa história e legado.

Não posso, por fim, deixar aqui de agradecer ao Mundo Lusíada que, nestes 6 anos que levo de funções, acompanhou com atenção o trabalho do Consulado Geral que tenho a honra de dirigir, e que tem procurado renovar-se para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades criadas pelas mudanças na comunicação da vida do nosso país e das nossas comunidades.

Muitos parabéns a todos, por este Dia que é de nós todos!

 

Por Paulo Lourenço
Cônsul Geral de Portugal em São Paulo
10 Junho 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend