Invasão De Turistas

Por Humberto Pinho da Silva

 

Diz a revista: “ El Mag” de Set/Out/2016, num interessante artigo sobre a influência do turismo, na cidade do Porto e Lisboa, que: “ há quem nas ruas da Mouraria, Bairro Alto e Bica, diga, ironicamente, que qualquer dia será necessário contratar figurantes para fazerem o papel de lisboetas.”

Diria o mesmo, referindo-me à baixa portuense.

A quantidade de estrangeiros é tal, que dificilmente se consegue escutar a língua portuguesa.

A cidade, que durante décadas esteve adormecida e decadente: edifícios em ruína; estabelecimentos comerciais a fecharem dia após dia; ruas quase desertas, depois das vinte horas; mostra-se agora enfeitada, repleta de luxuosos hotéis, bares e restaurantes concorridos, com vida nocturna, que o portuense nunca conheceu.

A “invasão” de turistas, que enchem o “ Metro” de malas, e animam esplanadas, está a transformar o velho burgo portuense, dando-lhe o aspecto de cidade airosa, colorida, palpitante de vida.

No parecer de alguns portuenses, as ondas de turismo, são benéficas e irá enriquecer os que se dedicam a restauração; mas para os portugueses, é motivo de preocupação, já que os preços podem e estão a aumentar.

Quem frequente os mercados tradicionais ou supermercados, verificará, facilmente, que: fruta e outros produtos agrícolas, têm subido de preço.

O poder de compra da maioria dos que nos visitam, é, em regra, muito superior à dos portugueses, que vivem de escassas pensões e salários inferiores ao ordenado mínimo de muitos países europeus.

Pensões, que não aumentam, e até baixaram, nos últimos anos, obrigando a classe média a prodígios de prestidigitador, se não quer – como vai acontecendo a muitos, – ingressar a estatística da pobreza.

Creio, todavia, que, o turismo, se assim continuar, será altamente benéfico para Portugal e para os portugueses.

Embora, nem todos sejam dessa opinião:

Encontrei, no último domingo, meu amigo Silvério, a sair da igreja dos Congregados. Com gesto largo de desânimo, declarou-me:

– “Olha para este trânsito diabólico!… Para esta música infernal, que vem da Praça!…; e para este mar de cabeças! …Parece formigueiro assustado! …O nosso Porto, já não é nosso… é deles! …

 

Por Humberto Pinho da Silva
De Portugal
http://solpaz.blogs.sapo.pt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend