Tragédia em SC lembra “Ensaio sobre a Cegueira”

Mundo Lusíada Com agências

 

Wilson Dias/ABr

>> Ilhota (SC) – Equipes de socorro continuam com o trabalho de resgate em Braço do Baú uma das localidades do município de Ilhota mais atingidas pelos temporais no Vale do Itajaí, em Santa Catarina

A situação vivida após a tragédia que assolou Santa Catarina, com o triplo do nível de chuva esperado para o período seguido de enchentes e mortes, levam as vítimas a reproduzirem cenas descritas no livro do escritor português José Saramago, “Ensaio sobre a Cegueira”. “Os saques em algumas cidades deixaram isso muito claro” afirmou a major Daniela da Cunha Lopes, psicóloga da Defesa Civil nacional, em entrevista à Folha de S.Paulo.

No livro, que virou filme e foi recentemente lançado nos cinemas, uma epidemia de cegueira isola suas vítimas em alojamento que vira um caos. Em Santa Catarina, a população vive em estado de desespero para encontrar familiares desaparecidos, e há ainda relatos de furtos em supermercados.

Para a major, esses pequenos furtos e discussões dentro dos abrigos, apesar de não faltar alimento ou estrutura, por instinto de sobrevivência levam as pessoas a reagir de forma “bárbara”. De acordo com ela, um grupo de 40 psicólogos vem trabalhando par reproduzir um ambiente familiar dentro dos abrigos, para controlar o estresse e conflitos entre os abrigados. Eles trabalham com relógio de parede, álbum de casamento, foto de formatura e outras representações simbólicas. E pedem doação de café pois traz “um cheiro acolhedor”.

Segundo o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, todos os 47 municípios declararam estado de emergência e 1,5 milhões de pessoas foram afetadas. A Defesa Civil de Santa Catarina vem recebendo doações de toda parte do país. Mais de R$ 1,5 milhão em doações feitas em depósitos nas contas abertas em quatro bancos vem sendo utilizados para compra de mantimentos para os desalojados. Os recursos liberados pelo Governo Federal destinam-se à Defesa Civil, à recuperação de portos e estradas e a ações de saúde e das Forças Armadas, que estão ajudando as vítimas das inundações.

Além da situação de calamidade, o governo do Estado também leva em conta o impacto econômico que as chuvas causam em uma região turística em pleno verão. Mas a preocupação agora é de prevenir a ocorrência de novos desastres. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva descreveu a tragédia como uma das piores ocorridas no Brasil.

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, enviou mensagem de condolências ao presidente Lula motivada pelos efeitos das enchentes em Santa Catarina. “Tendo tomado conhecimento dos trágicos efeitos das cheias que têm assolado Santa Catarina, quero transmitir a vossa excelência em meu nome e no do povo português os sentimentos de nosso profundo pesar”, escreveu Cavaco Silva.Postos de ArrecadaçãoDentre as instituições que estão ajudando na remessa de doações à SC está a Associação Portuguesa de Desportos, em parceria com a Gomes da Costa. Em 03 de dezembro, partiu do Canindé a primeira remessa de donativos. Até então, os postos de arrecadação da Portuguesa haviam reunido mais de 100 caixas com alimentos, vestuário, cobertores, material de higiene e limpeza e medicamentos.

O torcedor pode contribuir para a campanha levando suas doações em 15 postos de arrecadação espalhados por São Paulo. Confira os pontos:

– Associação Portuguesa de Desportos (Portão 3) Rua Comendador Nestor Pereira, 33 – Canindé

– Imobiliária LUPA Rua Guilherme Cotching, 1776 – Vila Maria – Fone: 2813-9000 Avenida das Cerejeiras, 959 – Jardim Japão – Fone: 2201-0122

– Pointer Logística Rua Campo Vergueiro, 19 – Vila Anastácio

– Big Pães ExpressRua Líder, 1761 – Fone: 2741-1516

– Inoxflud Indústria MecânicaRua Costa Barros, 46 – Vila Alpina – Fone: 2813-4888

– Denílson GráficaRua São José do Campestre, 278 – Fone: 2621-4073

– Restaurante QuilesRua Carlos Escobar, 285 – Santana

– GCF AdvogadosAvenida General Ataliba Leonel, 3734 – Parada Inglesa – Fone: 3452-4522 e 2932-0023

– Rua Cabo João Monteiro da Rocha, 448

– Rua Voluntários da Pátria, 1607

= Rede Droga Verde =

– Santa Cecília: Av. Gal. Olímpio da Silveira, 15 – Fone: 3825-8139- Limão: Av. Dep. Emílio Carlos, 477 – Fone: 3951-3988- Casa Verde: Rua Zilda, 522 – Fone: 3858-8787- Água Fria: Av. Nova Cantareira, 387 – Fone: 2976-9500- Vila Guilherme: R. Joaquina Ramalho, 1170 – Fone: 2901-0083.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend