Rock in Rio08: Recorde de público e superlotação na Cidade do Rock

Ígor LopesDe Lisboa, para Mundo Lusíada

Miguel A.Lopes/Lusa Portugal

>> O Presidente do Rock In Rio, Roberto Medina, durante a visita guiada ao espaço onde irá decorrer o Rock in Rio – Lisboa 2008, no Parque da Bela Vista, 26 de maio de 2008.

A terceira edição do Rock In Rio Lisboa recebeu, nos cinco dias de festival, 354 mil pessoas. Quatro mil a mais do que na edição de 2006.

Roberto Medina, presidente do projeto Rock In Rio, acredita que nesta terceira edição, o festival conquistou definitivamente o seu espaço na capital portuguesa.

“O evento amadureceu. Ando pelo Parque da Bela Vista e vejo que as pessoas estão felizes. Antes, os festivais de música esqueciam um pouco o público, por isso, criei este parque temático da música”, conta Roberto.

O idealizador do evento garante ainda que quando há boas acessibilidades e uma boa infra-estrutura, os espectadores apostam mais nesse tipo de evento.

A filha, Roberta Medina, vice-presidente executiva do festival, recorda que nesta edição 2008, o que vale é o know-how adquirido, já que em relação às outras edições foi possível melhorar algumas estruturas, como os banheiros espalhados pelo recinto, por exemplo.

“Repetir o feito que foi o sucesso do Rock In Rio nas duas primeiras edições é uma vitória. A reação do público é muito positiva. As pessoas vêm para viver uma grande festa e ter um grande dia”, analisa Roberta.

Sobre as próximas edições, Roberta adianta que o Rock In Rio volta a Lisboa em 2010, no Parque da Bela Vista. Já em 2012, o projeto pode ter que se mudar, uma vez que na parte sul do parque será construído um hospital destinado ao tratamento de câncer.

Um novo sotaquePai e filha mostraram-se entusiasmados com a chegada do Rock In Rio a Espanha. Madrid será a casa do rock entre os dias 27 e 28 de junho e 4, 5 e 6 de julho.

Para Roberta, o mais difícil foi fazer com que os espanhóis conhecessem a marca Rock In Rio. Entretanto, a questão social e ambiental parecem ter mais receptividade na capital espanhola do que em Portugal.

“Mostrar a importância da questão ambiental é mais fácil em Espanha do que em Portugal. As empresas espanholas estão mais atentas e sensibilizadas por lá”, diz Roberta.

A Cidade do Rock em Madrid é maior do que em Lisboa, com capacidade para receber cerca de 150 mil pessoas diariamente. Mas por motivos de segurança, a organização do Rock In Rio limitou a entrada em público de no máximo 100 mil pessoas.

“A produção em Espanha vai ser maior do que em Portugal. Estamos à espera de 350 mil pessoas nesta primeira edição em Madrid. Espero que o evento lá também seja um sucesso”, finaliza Roberto Medina.

Números da Cidade do Rock em LisboaA Cidade do Rock teve lotação esgotada com 90 mil pessoas no dia 30 de Maio. No segundo dia, 31, foram 74 mil espectadores. No Dia Mundial da Criança, 1 de Junho, 45 mil pessoas, sendo oito mil crianças, escolheram o Rock In Rio para passarem bons momentos de diversão. Na reta fina do evento, 5 de Junho, um público de 55 mil pessoas vieram assistir ao dia dedicado ao heavy metal. Tal como na abertura, também o último dia do Rock in Rio Lisboa 2008 registrou lotação total, com o número máximo de 90 mil pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend