Reitoria minhota anuncia morte de brasileira por e-mail

Por Ígor Lopes
Para Mundo Lusíada

Taís Caroline Gonçalves. Foto: Reprodução

O Mundo Lusíada teve acesso às mensagens enviadas por e-mail pela reitoria da Universidade do Minho, em Portugal, comunicando aos alunos a morte da estudante brasileira Taís Caroline Gonçalves, de 22 anos. A jovem foi encontrada morta na manhã do dia 13, domingo, 29 horas depois de ter dado entrada no Hospital de Braga.

A notícia do falecimento da estudante foi enviada por e-mail no dia 15 de novembro e foi assinada pelo vice-reitor de Investigação e Ensino da universidade, Rui Vieira de Castro. O texto avisa à comunidade acadêmica “com grande pesar e enorme consternação”, (…) “o falecimento da estudante brasileira de intercâmbio Thais Caroline Gonçalves, proveniente da UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho”. O e-mail esclarece ainda que a “estudante da área de Relações Internacionais encontrava-se na Universidade do Minho desde Fevereiro de 2011” e que o “corpo será trasladado para o Brasil (…)”.

Mais tarde, no dia 17, a reitoria enviou uma nova mensagem eletrônica dando conta que “o corpo de Thais Caroline Gonçalves do Couto, estudante da UNESP que se encontrava entre nós a realizar um período de estudos, estará em câmara-ardente” (…), “dia 17 de Novembro, na capela mortuária da Igreja de São Vicente, Braga, para que aqueles que pretenderem prestar-lhe uma última homenagem o possam fazer”.
No dia seguinte, 18, foi convocada “uma missa em homenagem à estudante Thais Caroline Gonçalves do Couto, (…) pelas 19h00, na Igreja dos Terceiros, Largo de S. Francisco, Braga”.

A autopsia, realizada quinta-feira, 18 de novembro, foi tida como inconclusiva, mas foi descarta, no entanto, a hipótese de homicídio. Segundo foi apurado, estudantes da universidade minhota relatam que Thaís apresentava uma personalidade depressiva. As investigações das autoridades portuguesas trabalham com teorias que vão de morte natural a suicídio. Nos próximos dias, exames complementares poderão determinar as razões da morte de Taís.

5 Comments

  1. Para esclarecimento a nota, Thais não apresentava personalidade depressiva, pois nós que somos familiares estamos indignados com tal relato, eu como prima e que sempre conversava com ela todos os dias, nunca notei nada a esse respeito, e sim a falta de respeito para com os brasileiros intercambista na universidade.
    Em nossa familia, não há caso de depressão ou quaisquer doença, seja ela física ou mental, Thais foi estudar e estava muito bem fisica e mentalmente sadia, é cômodo dizer que o problema estava na estudande, e não na Universidade, temos relatos de trato de professores a universitários brasileiros que não é nada bom. Thais sempre foi uma aluna exemplar, muito inteligente seu objetivo era vencer na vida.

  2. Foi uma fatalidade o que aconteceu em sua familia. Meus sentimentos. Não é fácil estudar ou trabalhar fora de seu pais de origem. A discriminação é muito grande e quem sai para estudar tem que ter muita estrutura emocional e física, pois está vulnerável a tudo e a todos.
    Só quem pode afirmar o que se passou com ela, seria outra autópsia feita no BR. Todos devem ter muito cuidado com o que se come ou bebe, principalmente quando é oferecido por terceiros.

  3. Infelizmente Andreia voce nao sabe o que fala. Várias hipÓteses foram levantadas sobre a morte e nenhuma foi conclusiva até o momento. Já fiz intercâmbio na Universidade e sempre fui muito bem tratada por TODOS os professores, reitores e demais alunos. Sempre house muito cuidado por parte de todos os portugueses, muita compreensão e atenção com TODOS os intercambistas, tanto que a maioria tentava estender o período que ficava por lá. Isso, COM CERTEZA, não pode ser apontado como causa e, muito menos, como fator relevante no caso da Thaís.

  4. Eu não era amiga pessoal dela, mas convivi de perto com ela, pois éramos alunas que residíamos na mesma residência universitária e fiquei bastante assustada com o que lhe aconteceu pois mesmo não sendo amiga dela achava-a muito divertida e simpática e magoa-me que pensem mal dos portugueses pois a Thais foi sempre muito bem tratada cá.

    1. Boa noite Cristina, fui muito amigo da Thais, voce tem fotos ou videos que a Nossa Thais participou de algum evento onde voce tambem participou?
      por favor caso voce tenha algum material, me envie, muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend