Português no vôo da TAM não vivia no Brasil

 

Da Redação Mundo Lusíada

 

Um dos passageiros do vôo da TAM era um português que trabalhava numa unidade do banco Santander, em Miami. A informação não oficial foi divulgada por alguns meios de comunicação portugueses, e que apontaram o nome do cidadão, não residente no Brasil, como Pedro Abreu. "Vamos prestar toda a ajuda necessária na identificação do corpo, junto aos legistas do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo", disse o porta-voz do grupo espanhol à Lusa. Ele era casado e deixa dois filhos. Abreu vivia nos Estados Unidos, onde trabalhava na sucursal da cidade, e encontrava-se no Brasil a negócios entre Porto Alegre e São Paulo. A família deve viajar de Lisboa para SP e após a identificação, deverá ser transladado para Portugal, segundo o portal Sol. De acordo com a Embaixada de Portugal em Brasília, o nome do único português no vôo poderá ser divulgado apenas pelos familiares. A identificação do próprio teria sido mais difícil porque o português não estava inscrito no consulado, já que ele não vivia no Brasil. O embaixador Francisco Seixas da Costa disse ainda que o consulado de Portugal em São Paulo dará "completo apoio" na identificação e no translado do corpo do cidadão luso para Portugal, sem revelar o nome da vítima.

 

 

Leia mais >> » Um Português entre as vítimas do acidente aéreo em São Paulo

» Acidente em SP é o pior da história aérea do Brasil

» Durão Barroso divulga nota de condolências

» TAM divulga lista atualizada de passageiros e tripulantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend