Portugal teve a maior redução de CO2 na União Europeia

Da Redação
Com Lusa

Menos 9% de dióxido de carbono (CO2) em 2018. Foi a meta atingida por Portugal, que alcançou a maior redução de emissões de CO2 na União Europeia e mais do triplo da média europeia (-2,6%) em 2018 face ao ano anterior, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.

Os números do gabinete estatístico da UE registam uma redução de 2,6% das emissões de CO2 provenientes da combustão de combustíveis fósseis na UE, com Portugal a liderar a tabela, com uma quebra de 9% de 2017 para 2018.

A Bulgária registou o segundo maior recuo nas emissões de CO2 (-8,1%), seguindo-se a Irlanda (-6,8%), a Alemanha (-5,4%), a Holanda (-4,6%) e a Croácia (-4,3%).

As emissões de CO2 geradas por combustíveis fósseis aumentaram em oito Estados-membros: Letônia (8,5%), Malta (6,7%), Luxemburgo (3,7%), Polónia (3,5%), Eslováquia (2,4%), Finlândia (1,9%) e Lituânia (0,6%).

As emissões de CO2 representam cerca de 80% do total de gases com efeito de estufa na UE.

O Eurostat destaca ainda que as importações e exportações de produtos energéticos têm impacto nas emissões de dióxido de carbono no país onde os combustíveis fósseis são processados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend