Portugal: Santuário recebe milhares nos 91 anos das Aparições

Do Jornal Mundo Lusíada

Paulo Cunha/Lusa Portugal

>> Milhares de fiéis se concentraram no local para participarem das cerimônias, entre 12 e 13 de maio no Santuário de Fátima, Portugal.

O cardeal José Saraiva Martins, prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, presidiu as cerimônias religiosas da peregrinação de maio no Santuário de Fátima em Portugal, abordando a questão do ateísmo na Europa.

Ao longo da peregrinação, os ataques às crenças católicas, à família e ao aborto foi uma constante nos discursos do cardeal. Nestes 91 anos das Aparições de N.Senhora de Fátima na Cova da Iria (ocorrida em 1917), o tema da peregrinação era “para que sejam consagrados na verdade”, referindo-se à necessidade dos católicos de serem testemunhos da fé católica no mundo.

Esta foi também a primeira peregrinação internacional após a abertura do processo de beatificação da Irmã Lúcia, que dispensou os prazos canônicos que impõem um intervalo mínimo de cinco anos após a morte para que tenham início estas causas.

Segundo o cardeal Saraiva Martins, existem abertos na Santa Sé 2.200 processo de beatificação ou canonização de católicos. Destas, 33 são portuguesas, de acordo com ele que admitiu a dificuldade em confirmar o segundo milagre que sustenta o processo de canonização dos Pastorinhos Jacinta e Francisco Marto. Já em outubro passado, o alegado milagre envolvendo uma eventual cura de diabetes, foi divulgado mas não estaria devidamente fundamentado para ser uma intervenção divina.

Santuário em busca dos problemas pessoaisO Santuário de Fátima está ponderando a criação de um grupo interdisciplinar de “Aconselhamento e orientação” para acolhimento dos peregrinos, dando atenção aos seus problemas pessoais e as respostas que procuram quando se deslocam à Cova da Iria.

Segundo o Bispo da Diocese de Leiria-Fátima, D. António Marto, esta equipe integra “pessoas especializadas em psicologia, psiquiatria e espiritualidade e grupos que estão dispostos a fazer o acompanhamento” dos peregrinos enquanto procuram apoio para a resolução dos seus problemas.

“Às vezes, na Igreja não há muita sensibilidade prática. Temos que atender à pessoa concreta”, disse Marto em conferência de imprensa. O novo serviço, que ainda pode demorar alguns meses a ser criado, deverá funcionar na Igreja da Santíssima Trindade.

A poucas horas da abertura oficial da Peregrinação de 12 e 13 de maio no Santuário de Fátima, milhares de fiéis já se concentravam na Cova da Iria para participarem nas cerimônias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend