Mais uma morte de gripe A na Ilha da Madeira

Centros de saúde já atenderam 800 pessoas com gripe.

Da Redação
Com Lusa

Uma mulher de 63 anos morreu esta semana vítima de gripe A no Funchal, elevando para três o número de mortes motivadas pelo vírus na Região Autônoma da Madeira, segundo as autoridades de saúde.

“Nesta semana, há a lamentar a morte de uma doente do sexo feminino, de 63 anos, com múltipla patologia associada e que estava internada na ala de gripe do Hospital dos Marmeleiros”, disse a diretora clínica do Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM), em conferência de imprensa sobre o ponto da situação da atividade gripal.

A doente morreu na terça-feira, dia 13 de fevereiro.

Regina Rodrigues informou que, atualmente, estão internadas 12 pessoas com gripe nos serviços hospitalares, sendo que sete têm gripe A – uma dos quais está nos cuidados intensivos – e as restantes gripe B.

A responsável indicou, no entanto, que na última semana verificou-se uma diminuição da procura dos utentes nos centros de gripe, mantendo-se ainda ativo o Plano de Contingência.

“Desde a sua ativação, no dia 31 de janeiro, até ontem, 15 de fevereiro, registramos ao nível dos cuidados de saúde primários nos centros de gripe [instalados nos centros de saúde de Santo António, Bom Jesus e Machico] 800 atendimentos, o que perfaz uma média diária de 50 doentes”, revelou.

Por outro lado, no serviço de urgência do Hospital Central do Funchal foram atendidos um total de 270 utentes, o que perfaz uma média de 16 por dia.

A primeira morte relacionada com a gripe A na Madeira ocorreu a 13 de janeiro deste ano, tratando-se de uma mulher de 59 anos que sofria de outras doenças e cujo estado de saúde se agravou devido ao vírus.

O segundo óbito, de uma mulher de 57 anos, registrou-se no hospital do Funchal a 22 de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend