Madeira atingiu recorde com 3.422 vacinas administradas num dia

Da redação com Lusa

A Madeira atingiu na quarta-feira um número recorde de administração de vacinas contra a covid-19 num só dia, com 3.422 inoculações, em diversos concelhos da região, informou o Governo Regional.

Segundo uma nota distribuída pelo gabinete do secretário regional da Saúde e Proteção Civil, foram administradas, desde 31 de dezembro de 2020, 112.364 vacinas contra a covid-19.

Sobre o processo de vacinação, indica que na quarta-feira foram vacinadas 204 pessoas no concelho Porto Moniz, 222 no de São Vicente, 900 em Santa Cruz, 390 na Calheta e 1.716 no Funchal.

Hoje está a decorrer a administração no Centro de Vacinação do Funchal, de Santana e Santa Cruz.

Em Santana, além da vacinação das pessoas residentes em função do critério da idade, estão a ser vacinados alguns doentes acamados residentes no concelho, segundo a mesma informação.

O Governo Regional sublinha que prossegue a administração de vacinas aos profissionais do setor turismo, visto que a região começa a receber alguns visitantes, e a pessoas portadoras de doenças de risco.

O Plano Regional de Vacinação covid-19 da Madeira estabelece três fases, a começar pelos grupos prioritários, ao que se seguem as pessoas com comorbilidades e, depois, o resto da população.

A estimativa aponta para que sejam vacinadas 50 mil pessoas na primeira fase, outras 50 mil na segunda fase e, por fim, 100 mil pessoas.

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, já afirmou publicamente que o objetivo é ter 70% da população da região, cerca de 260 mil habitantes, vacinada até ao final de setembro.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado quarta-feira pela Direção Regional de Saúde, a Madeira registou 18 novos casos de covid-19 e 19 recuperações, reportando um total de 226 infeções ativas, com 11 doentes hospitalizados.

Face a estes números, o arquipélago passa a contabilizar 9.152 casos confirmados de infecção por SARS-CoV-2 desde o início da pandemia, já com 8.855 recuperados e mantém os 71 óbitos associados à doença.

Casos pelo país

Neste 13 de maio, Portugal registrou uma morte atribuída à covid-19, 436 novos casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2, continuando a verificar-se uma diminuição nos internamentos, mas mais casos ativos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A morte ocorreu na região de Lisboa e Vale do Tejo.

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, estão hoje internados em cuidados intensivos 70 doentes, menos um em relação a quarta-feira.

Já no que se refere aos internamentos em enfermaria, os dados oficiais indicam que estão hoje internados 244 doentes, menos quatro.

Os dados de hoje indicam, por outro lado, uma subida de 95 casos ativos, que passam a 21.969 no total.

Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 840.929 casos confirmados e 16.999 óbitos.

Relativamente ao número de novos casos, os valores de hoje são semelhantes aos registados nas últimas semanas, com oscilações diárias.

O número de contatos em vigilância pelas autoridades de saúde desceu em 507, totalizando agora 19.111.

Os dados revelam também que 340 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 801.961 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Segundo a DGS Portugal tem 4.100.308 pessoas vacinadas contra a covid-19, das quais 1.120.138 já estão imunizadas com as duas doses.

O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal é atualmente de 0,93, enquanto a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias é de 51,0.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 128 novas infeções, contabilizando-se até agora 317.648 casos e 7.204 mortos.

A região Norte tem hoje 167 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 337.877 casos de infeção e 5.347 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 47 casos, acumulando-se 119.171 infeções e 3.016 mortos. No Alentejo foram assinalados mais 19 casos, totalizando 29.923 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 31 casos, acumulando-se 21.940 infeções e 362 mortos. A região Autónoma da Madeira registrou 15 novos casos, contabilizando 9.389 infecções e 68 mortes devido à covid-19 desde março de 2020. Os Açores têm hoje 29 novos casos e contabilizam 4.981 casos e 31 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo coronavírus já infectou em Portugal pelo menos 381.762 homens e 458.826 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 341 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.333.603 mortos no mundo, resultantes de mais de 160,3 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: