Introdução do ensino integrado da língua e da cultura portuguesas em Andorra

Ígor Lopes (Portugal)- Por ocasião da recepção oferecida, dia 14 do corrente, para celebrar o dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em resposta ao discurso do Embaixador de Portugal, Nuno de Bessa Lopes, o Primeiro Ministro, Albert Pintat, anunciou a introdução a partir do próximo ano letivo, do ensino optativo integrado da língua e da cultura portuguesas, nos dois últimos anos do liceu. Trata-se de um salto qualitativo muito importante no qual a Embaixada esteve implicada. Até agora só existia em Andorra o ensino da língua e da cultura portuguesas, a nível primário, em sistema não integrado, uma hora por semana e uma experiência piloto do ensino liceal não integrado, aos sábados. Em conferência de imprensa, a Ministra da Educação, Roser Bastida, deu no dia 15 de Junho a conhecer que, como opções, nos últimos dois anos, a partir do próximo ano letivo, haveria a escolha entre português, alemão, italiano ou educação física reforçada.

 

Andorra incorpora língua portuguesa optativa no secundário

No passado dia 14 de Junho, no decorrer da recepção oferecida pelo Exmo. Sr. Nuno de Bessa Lopes, Embaixador de Portugal em Andorra, quando das celebrações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o Presidente do Governo andorrano, Albert Pintat, anunciava uma série de medidas relacionadas com a comunidade portuguesa em Andorra. Entre outras, manifestava o interesse de antes do fim de ano, assinar o acordo bilateral com Portugal no sentido de melhorar o estatuto social, empresarial e educativo dos portugueses do Principado. Ao mesmo tempo informava também da intenção do seu Governo em inserir no Plano de Estudos da Escola Andorrana, o ensino optativo no secundário, do idioma português.

Entre outras novidades, o Plano de Estudos apresentado pela Ministra de Educação e Formação Profissional, Roser Bastida, prevê incluir para o próximo ano eletivo 2006-2007, pela primeira vez, o idioma português como assinatura optativa no 10º e 11º ano de escolaridade.

Esta notícia vem de encontro às necessidades educativas nesta matéria solicitadas pela comunidade portuguesa e traduz-se nos esforços realizados por um conjunto de colectividades e instituições, nomeadamente a Embaixada de Portugal em Andorra, Coordenação de Ensino em Madrid, Conselheiro das Comunidades e Movimento associativo português de Andorra.

Durante anos a comunidade portuguesa, através do movimento associativo, alertava para a necessidade de implementar um sistema de ensino de Língua portuguesa integrado já que até à data os alunos entre os 12 e os 18 anos freqüentavam os cursos em horário não letivo, aos sábados e com duração de 1,5 horas semanais.

Esta notícia reflete uma grande vitória para a comunidade portuguesa que nos próximos anos pode dar continuidade aos seus estudos optando pela língua materna, a língua de Camões.

Agradecendo a vossa atenção, anexo fotos, com os melhores cumprimentos,

José Luís Carvalho

Conselheiro do CCP

Andorra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend