Incêndio atinge Catedral de Notre-Dame em Paris, uma das mais visitadas do mundo

Da Redação
Com EBC

Um incêndio atinge desde o início da tarde desta segunda-feira, dia 15, a Catedral de Notre-Dame, no centro de Paris. A fumaça pode ser vista do topo do patrimônio considerado uma referência histórica da capital francesa.

A prefeita da cidade, Anne Hidalgo, usou sua conta pessoal no Twitter para lamentar o “terrível” acidente em curso e exaltar o trabalho dos bombeiros que estão no local tentando combater as chamas. “Estamos mobilizados no local em estreita ligação com o @dioceseParis. Peço a todos respeito ao perímetro de segurança”, destacou a prefeita.

Uma das mais importantes e famosas catedrais de Paris, a Notre-Dame, dedicada a Santa Maria, mãe de Jesus Cristo, foi construída entre 1160 e 1345, em estilo gótico.

Ao longo dos anos, a catedral foi palco de cerimônias celtas e romanas, além de ter inspirado o romance conhecido como O Corcunda de Notre-Dame, do escritor francês Victor Hugo, publicado em 1831.

Segundo o G1, pouco mais de uma hora depois do início do fogo, procuradoria de Paris abriu uma investigação para averiguar as causas do incêndio, informou o jornal “Le Figaro”.

Patrimônio

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse esta segunda-feira estar “horrorizado pelas imagens do incêndio que devastou a Catedral de Notre-Dame”.

O chefe da ONU disse que a catedral é “uma jóia única do patrimônio mundial que reina sobre Paris desde o século XIV.” Guterres acrescentou que seus “pensamentos estão com o povo e o governo francês.”

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação Ciência e Cultura, Unesco, disse que a agência “acompanha de perto a situação” do incêndio .

A chefe da Unesco lembrou que a catedral foi classificada como Patrimônio Mundial em 1991. Audrey Azoulay disse que a agência “está do lado da França para salvar e restaurar esta herança de valor incalculável”.

Em mensagem publicada no Twitter, a representante disse sentir “emoção profunda” ao ver as imagens do fogo.

A presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa, também publicou uma mensagem na rede social. A representante disse estar “profundamente triste” com as imagens do incêndio.

Dizendo que o edifício é “uma das jóias da herança cultural da França e da Europa”, a representante concluiu a mensagem dizendo que está do lado “do povo e do governo da França.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend