Grafologia, o conhecimento do ser humano pela análise da letra

Por Ronaldo Andrade De Santos para Mundo Lusíada

Ronaldo Andrade

Conhecer aspectos da personalidade e temperamento humano por meio da análise da letra, técnica que acompanha a humanidade desde a própria invenção da escrita. Assim é a grafologia, objeto de estudo da terapeuta e grafóloga Ivete Scarpari, que trabalhou em Portugal por dois anos, e que inicia, a partir de 7 de abril, curso em Santos sobre o tema.

Ivete, que também é hipnóloga, atua há mais de 20 anos na área de Terapia de Regressão. Em Portugal, ela morou entre 2003 e 2005, onde realizou diversos trabalhos por todo o país: “Dei aulas de regressão e grafologia para um grupo de psicólogos e psiquiatras do Hospital de Penafiel”, conta a terapeuta, que viveu na cidade de Espinho. Os povos antigos, como os gregos, chineses, romanos, cristãos e judeus, procuravam traços da personalidade das pessoas em sua caligrafia. Porém, somente no século 19, na França, que o termo grafologia (graphein = escrever, e logos = discurso), foi criado pelo abade Jean-Hippolyte Michon, apesar do primeiro trabalho sobre algo semelhante com a grafologia ter sido publicado pelo médico italiano Camillo Baldi, no século 17, intitulado ‘Tratado sobre como, através de uma carta, chega-se ao conhecimento da natureza e das qualidades do autor’.

A despeito das críticas que a grafologia sofre, que seria uma técnica sem a devida comprovação científica, a terapeuta defende a sua prática em diferentes setores: "Ela é usada por diversos profissionais, inclusive pela justiça forense", disse.

Experiência em Portugal Para a terapeuta, a experiência em terras lusitanas foi um divisor de águas em sua carreira: “Posso dizer que despertei profissionalmente em Portugal. Adorei conhecer com mais profundidade a cultura portuguesa e sua gente. Eles demonstraram possuir bastante fé. O período em que lá estive foi maravilhoso”, afirma.

Em Portugal, Ivete lançou o livro ‘Voar é preciso’, pela editora Pergaminho, além de ter participado de alguns programas de TV, como o Praça da Alegria, da RTP. Escreveu também ‘Vidas Passadas – Um despertar para o futuro’, lançado recentemente. Ivete trabalhou também na Espanha, Itália e Uruguai, onde ministrou palestras sobre Síndrome do Pânico, Depressão, Relacionamento familiar e afetivo, e também realiza palestras beneficentes.

As inscrições para o curso de grafologia podem ser feitas pelo número (13) 3323-2093 ou pelo email [email protected] O consultório fica na Rua Carvalho de Mendonça, nº143, sala 13, em Santos.

Análise da personalidade Grafologia é uma metodologia que permite realizar uma análise da personalidade do indivíduo por meio da escrita. No início, a grafologia foi um meio de interpretação simples de determinados traços de caráter e como método de investigação dentro da psicologia, psicopedagogia e das ciências que têm como objetivo o estudo do comportamento humano. No curso, serão abordados tópicos como o histórico, simbolismo gráfico e análise das letras. Na área dos Recursos Humanos, técnicas de seleção dos funcionários e, no campo pessoal, a sinastria – afetividade entre casais – orientação pré-matrimonial e matrimonial.

Na Educação, a grafologia pode ajudar o professor a conhecer mais seus alunos e desenvolver pequenos grupos de estudos a partir do temperamento de cada um. Assim, o acompanhamento passa a ser mais hábil e prático, sendo uma ferramenta de trabalho para usar com os estudantes, em idade pré-escolar e também universitária.

Deixe uma resposta