Governo paulista faz parceria com a Nestlé para criação de embalagens sustentáveis

Da Redação

O Governador de São Paulo, João Doria participou no dia 1º da inauguração da nova sede da Nestlé Brasil, em São Paulo, e assinou protocolo de intenções com a empresa de alimentos para o desenvolvimento de canudos e embalagens sustentáveis, alavancar a produção de leite orgânico no Estado e ampliar a produção de cafés da linha premium.

“A parceria propõe o incentivo ao cultivo de grãos de café em várias regiões do Estado de São Paulo e a fabricação de outros produtos com a matéria-prima. O protocolo também pretende valorizar o empreendedorismo dos micro, pequenos e médios produtores de leite orgânico, certificando-os para que forneçam para a Nestlé. Vale destacar ainda o compromisso da empresa com o desenvolvimento de soluções sustentáveis de embalagens”, comentou o Governador.

Segundo o governo, a parceria abre oportunidade de desenvolvimento em importantes áreas do agronegócio paulista. Com o Instituto Agronômico (IAC) e o Instituto de Tecnologia de Alimentos, o ITAL, ligados à Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, se pretende alavancar o desenvolvimento da cadeia de leite orgânico no Estado, que já envolve mais de 30 fazendas, e com um “enorme potencial de expansão”.

O incentivo ao cultivo de cafés em regiões do interior paulista e o desenvolvimento de variedades específicas para atender a novas necessidades de consumo também estão entre as prioridades do protocolo.

Uma pesquisa recente, realizada por uma agência global de Inteligência de Mercado, mostra que 71% dos brasileiros querem mais opções de cafés premium e de altas qualidades.

Canudos biodegradáveis

Banir o uso de canudos plásticos virou uma grande discussão mundial nos últimos meses, tanto que grandes redes de alimentação anunciaram a busca por alternativas para dar fim ao acessório. Os canudos representam 4% de todo o lixo plástico encontrado no mundo e ainda são um desafio, visto que a vida útil de um deles é de, em média, 4 minutos – tempo suficiente para uma pessoa terminar a bebida.

No entanto eles são feitos de materiais que demoram até 200 anos para se decompor. Para tentar viabilizar soluções para a realização de projetos de inovação relacionados a alternativas para soluções biodegradáveis.

“A Nestlé sempre foi inovadora em fazer embalagens sustentáveis e canudos biodegradáveis, respeitando regras ambientais e fazendo do Brasil um país inovador”, reiterou Doria.

Os planos de investimento da Nestlé nessas três áreas são consistentes: R$ 900 milhões em tecnologia e inovação até 2020.

“A parceria com o Governo do Estado de São Paulo é um marco para a Nestlé no Brasil a fim de acelerarmos projetos inovadores e programas de Criação de Valor Compartilhado”, afirma Marcelo Melchior, CEO da Nestlé Brasil.

Ele ressalta, ainda, a importância de São Paulo para a empresa, Estado que abriga a primeira fábrica no país, em Araras, fundada há 98 anos.

“Temos, no Estado, 11 unidades industriais e centros de distribuição, onde são produzidos itens de marcas icônicas como Nescafé, KitKat, Nescau, Ninho, produtos de Nutrição Infantil e também os Culinários“, aponta.

A empresa fundou sua primeira fábrica em Araras, em 1921. Uma pesquisa mostra que a empresa está presente em 99% dos lares brasileiros. Hoje, no Estado, são 11 unidades que empregam mais de 10 mil funcionários diretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend