Escritora conta em livro histórias de mulheres reclusas no Brasil e em Portugal

Vanessa Rodrigues e o apresentador José Figueiras, no programa Alô Portugal (SIC internacional), para falar do Ala Feminina.

Por Igor Lopes

A jornalista e escritora portuguesa, Vanessa Ribeiro Rodrigues, é a autora do livro “Ala Feminina”, lançado pela editora Desassossego, edições Saída de Emergência, em março, em Portugal. A obra destaca-se por ser “uma viagem pela condição da mulher no contexto de reclusão: as suas histórias de vida, preocupações, superações, quotidianos, relação com os filhos e a família, resiliência, e os caminhos que conduziram à reclusão”.

“É um livro que escuta a urgência de mudança que estas mulheres querem nas suas vidas. Ele pretende dar voz a estas mulheres, procurando contribuir para desconstruir eventuais estereótipos que possam, ainda, existir sobre a comunidade reclusa feminina. A ideia é contribuir para a reflexão, fazer pensar e tentar, de alguma forma, criar uma mudança social sobre a percepção sobre esta minoria, anda invisível no tecido social”, confirma Vanessa Rodrigues.

Durante as 272 páginas do livro, a jornalista dá voz a 17 testemunhos de mulheres reclusas, de várias nacionalidades, sendo nove portuguesas, três brasileiras, uma romena, uma uruguaia, uma venezuelana, uma colombiana e uma angolana, todas em prisões do Rio de Janeiro, Porto e Lisboa.

Vanessa Rodrigues, que é também diretora de cinema documental e professora universitária em Portugal, reforça que o objetivo desse trabalho é “ouvir, escutar e partilhar estes testemunhos”, já que “a reclusão feminina é ainda um mundo desconhecido e invisível”.

A obra conta com prefácio da Procuradora-Geral da República de Portugal, Joana Marques Vidal, e surge como resultado de uma grande reportagem de 35 minutos produzida para a tradicional estação de rádio portuguesa TSF, em 2013.

“A editora Isabel Branco escutou este áudio-documentário e convidou-me para levar mais além esses testemunhos, transformando-os em forma de livro e desafiando-me a ouvir mais histórias, de forma a humanizar estes testemunhos”, sublinha esta profissional.

O “Ala Feminina”, que já foi apresentado no Porto e em Lisboa, está disponível nas livrarias de Portugal. Para envios para o Brasil poderá ser adquirido através do site da editora: http://www.saidadeemergencia.com/produto/nao-ficcao/testemunho/ala-feminina/

“Há a possibilidade e a expectativa de que seja também lançado no Rio de Janeiro e em São Paulo, em agosto deste ano”, revela a jornalista.

Vanessa Rodrigues navega entre a poesia, o jornalismo, a literatura, o documentário, a fotografia e a pesquisa acadêmica. Colabora de forma independente com vários órgãos de informação. É investigadora em Comunicação para o Desenvolvimento e Mestre em Informação e Jornalismo.

Realizou o filme documental “Baptismo de Terra”, sobre a emigração portuguesa no Rio de Janeiro, que recebeu o Prêmio de Melhor Documentário Português no Festival de Cinema Art&Tur e a menção especial de TV no Festival de Cinema de Avanca. A reportagem da TSF “Palestina, diários de um lugar incerto” ganhou menção honrosa no Prêmio Jornalismo Direitos Humanos & Integração – UNESCO (2015). Em 2014, foi distinguida com o prêmio literário OFF FLIP, Paraty, Brasil, na categoria de conto. “Barulho do Tempo”, editora Bairro dos Livros, 2013, foi o seu primeiro livro de prosa lírica e poesia.

Preço: 16,60€, Desconto online: 14,94€

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend