Brasil prende dinamarquês acusado de homicídio em Portugal após pedido de extradição

Da Redação
Com Lusa

A Polícia Federal brasileira prendeu na passada sexta-feira um dinamarquês acusado de homicídio qualificado contra outro cidadão da mesma nacionalidade em Portugal, em 1993, após um pedido de extradição formulado pela Dinamarca.

“Em 31/01/2020, a Polícia Federal prendeu um cidadão dinamarquês, em cumprimento ao mandado de prisão para extradição expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). (…) O homem permanecerá preso até o julgamento do pedido de extradição formulado pela Dinamarca”, anunciaram hoje as autoridades brasileiras na sua página na Internet.

O dinamarquês Rasmus Kirkegaard Kristiansen, que residiu em Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, centro de Portugal, é o presumível autor do homicídio do compatriota Erik Christensen, na serra do Marão, norte de Portugal.

A parte inferior do corpo de Christensen foi encontrada em julho de 1993, na Serra do Marão, em avançado estado de decomposição, tendo a Polícia Judiciária portuguesa iniciado então as investigações, depois prosseguidas pela Interpol.

A decisão do STF brasileiro segue em segredo de justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend