Quarta, 23 de Agosto de 2017 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no YouTube

Professor da Universidade de Lisboa palestra sobre história e futuro de Portugal no Clube Estoril

Por | 8 agosto, 2017 as 4:42 pm | Nenhum comentário

Foto André Patroni

Da Redação

A Associação Luso Brasileira de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, recebeu em 07 de agosto a visita do professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Eduardo Vera-Cruz Pinto, para uma palestra com o tema “Portugal: a história como futuro”.

O salão Prime Estoril lotou para a atividade, que começou com a ocupação da mesa de autoridades pelo presidente da Associação, Horácio Andrino, pelo cônsul honorário de Portugal em Campo Grande, Fernando Gonçalves, e pelo palestrante, Vera-Cruz, que ganhou uma lembrança da Associação antes de iniciar sua fala.

Vera-Cruz começou a palestra discorrendo desde a origem do nome do país, passando pela ocupação inicial na época do império romano, que culminou no acúmulo de tradições mediterrânicas, e chegou à época da independência, cujo momento não se pode precisar. O palestrante seguiu citando os momentos históricos importantes, as tratativas entre Portugal e Espanha, Portugal e Inglaterra, a era das navegações e a invasão francesa, na qual os invasores “ficaram a ver navios” quando da fuga da família real portuguesa para o Brasil.

O professor citou a falta de precisão no trato com os portugueses no ensino de história no Brasil, cuja família real sempre é retratada de maneira pejorativa, mas que, segundo Vera-Cruz, foi responsável por todo avanço que se viu no país, que se colocou como único país latino americano sede de reinado europeu. Passou também pelo período do ditador Salazar e a sequente instalação democrática.

Ao contemplar o estado atual de Portugal, o palestrante citou o momento oportuno pelo qual o país atravessa, exemplificando com a eleição de Antônio Guterres como secretário geral das Nações Unidas, entre outras conquistas recentes. Como entraves para o avanço, citou a dívida externa e o câmbio internacional. Resumiu, ao final, a importância de conhecer o passado. “Temos uma história cheia de episódios, muitos leves e cômicos. Uma literatura rica, somos conhecidos como país dos poetas. Assim fizemos da utopia um modo de vida˜. Após a fala, o professor respondeu a perguntas da plateia.

É a primeira vez do professor Eduardo Vera-Cruz em Campo Grande. “Conheço o Brasil todo e não conhecia Campo Grande. Adorei, estive 24h e já vou com saudades” afirmou.

Uma das responsáveis pela vinda do professor para a cidade foi a conselheira do Tribunal de Contas, Marisa Serrano, que o conheceu em um evento que reuniu pessoas dos tribunais de todo país no Nordeste e contou com palestra de Vera-Cruz. A partir de um diálogo com a Associação, foi feita a parceria que viabilizou a atividade.

Para o presidente da Associação Luso Brasileira de Campo Grande MS, o evento foi uma oportunidade rica. “Tivemos um palestrante renomado, internacionalmente conhecido, trazendo informações sobre a história de Portugal e sobre o presente e o que Portugal pode oferecer no futuro. Acho bacana que as pessoas possam se informar assim, ao vivo, dessa forma muito mais interessante e interativa” disse Horácio Andrino.

Os participantes puderam prestigiar ainda a exposição “Reflexos de Fátima” com fotos de Antônio Marto, que também já esteve em exibição em São Paulo.



+ Acessadas



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade