RVRtopo

 

Terça, 28 de Abril de 2015 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no Orkut Mundo Lusiada no YouTube

PSD quer nacionalidade originária para netos de portugueses

Por | 5 junho, 2013 as 9:50 am | 8 comentários

Por Antonio Delgado

O Projeto de Lei 382/XII que prevê o alargamento da nacionalidade portuguesa aos netos de portugueses nascidos no estrangeiro teve como decisão por unanimidade, a 24 de Maio, a sua baixa à comissão, sem votação, pelo prazo de 30 dias, para ser discutido na própria comissão. Caso seja aprovada em Comissão, será votado em plenário na generalidade e caso seja também aí aprovado, terá ainda que receber o «sim» após discussão na especialidade.

O projeto-lei do PSD, que durante o debate parlamentar de 23 de maio foi fortemente criticado pela oposição e levantou dúvidas inclusive ao parceiro de coligação (CDS-PP), irá agora ser debatido na comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

PSD quer nacionalidade originária

A revisão feita em 2006 pela Lei Orgânica 2/2006 de 17 de Abril foi a quarta alteração à Lei da Nacionalidade (aprovada em Outubro de 1981) e permitiu a obtenção da nacionalidade portuguesa aos “filhos de mãe portuguesa ou de pai português nascidos no estrangeiro se tiverem o seu nascimento inscrito no registo civil português ou se declararem que querem ser portugueses”. Os netos de portugueses só poderiam obter a nacionalidade, se os seus pais nascidos no estrangeiro a tivessem obtido primeiro. Ou seja, não havia a possibilidade de obtenção de nacionalidade originária a quem fosse neto de portugueses nascidos em Portugal.

Agora o PSD volta a apresentar o projeto de alteração que visa alargar a nacionalidade portuguesa aos netos de portugueses. Os parlamentares do PSD pretender que a alínea «c» do artigo 1º seja alterada e passe indicar que são portugueses de origem “os indivíduos nascidos no estrangeiro com, pelo menos, um ascendente de nacionalidade portuguesa até ao 2º grau na linha reta e que não tenha perdido essa nacionalidade, se declararem que querem ser portugueses ou inscreverem o nascimento no registo civil português”.

Pela sua importância, sobretudo para quem reside no estrangeiro, oportunamente serão prestados ais esclarecimentos sobre esta matéria.

 

Por Antonio Delgado
Advogado em Coimbra, Portugal, escreve a coluna “Realidade Jurídica” sobre Brasil-Portugal no Mundo Lusíada Online.
www.wix.com/advogado/advogado





 

8 respostas para “PSD quer nacionalidade originária para netos de portugueses”

  1. Rafael disse:

    Prezado Dr. Antonio Delgado, o neto de português já naturalizado terá automaticamente a nacionalidade de origem reconhecida ou deverá realizar novo procedimento de nacionalização caso o Projeto de Lei 382/XII seja efetivamente aprovado?

  2. Fabio disse:

    Rafael,
    Aí uma pergunta que até agora ninguém fez. Acho que nem mesmo o parlamento pensou nisto. Quando publicarem a lei, terão esquecido um aspecto importante.

    Eu tenho a mesma curiosidade que você.

    Espero que alguém nos reponda.

  3. A todos os interessados na aprovação deste projeto de lei estou precisando de ajuda na divulgação de um abaixo-assinado virtual, no qual pede que o projeto de lei 382/XII na Assembléia da República em Portugal seja aprovado, este projeto tem como objetivo permitir que netos de cidadãos portugueses, possam solicitar a Nacionalidade portuguesa por Atribuição e assim passando a poder transmitir aos seus descendentes.
    Grato por sua ajuda desde já,
    Rodrigo Flores

    Aqui está o link do Abaixo-Assinado sua ajuda é muito importante:

    http://www.avaaz.org/po/petition/Aprovacao_do_Projeto_de_Lei_382XII_5a_Alteracao_da_Lei_da_Nacionalidade_Portuguesa/?copy

    Por Favor Divulgue no seu site e redes sociais, precisamos de no mínimo 4 mil assinaturas.

    • Roberto Lisbôa disse:

      Ok, assinado.
      Rodrigo, conhece algum advogado que eu possa obter orientação?
      Não sei se a alteração se aplica a mim e assim poderia resolver a minha situação.
      Sou bisneto de português, mas tanto minha mãe, meu avô e minha bisavó (portuguesa) faleceram.
      É possível obter, após essa possível alteração na lei, a obtenção de nacionalidade de forma originária, por atribuição, post-mortem para a minha mãe?
      E assim para mim.
      Meus tio estão vivos, logo meus primos não teriam esse problema, então julgo que eu teria os mesmos direitos.
      Seria o caso de implementar uma ação?
      Obrigado.

  4. Flavio disse:

    Temos alguma noticia do Projeto de Lei 382/XII ?
    Mais de ano já se passou e não se fala mais nisso

  5. Pedro disse:

    Olá,

    Alguém tem novidades da votação, parece que foi esquecida.
    Será que realmente vai ser votada ou será arquivada?

  6. Ricardo disse:

    Pelas informações que tenho lido, o deputado Carlos Páscoa (PSD) tem estado em conversações com o grupo parlamentar do CDS-PP. Falta uma composição com o CDS-PP para o projeto ser aprovado. O partido não é contra, mas quer algumas “condições”, como, por exemplo, a exigência de que seja exigido o conhecimento da língua portuguesa. Agora, faltam informações sobre em que “fase” estão essas conversações.

  7. Débora Costa disse:

    Olá pessoal. Já assinei a petição. Albuém sabe como anda essa negociação?
    Lingua portuguesa? Mole isso! aceita logo essa condição!!!!!!

Deixe uma resposta

 

 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade