Sábado, 16 de Dezembro de 2017 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no YouTube

As Idades: A Lusitânia, o Portugal e os Calendários

Por | 1 dezembro, 2017 as 6:30 pm | Nenhum comentário

Os Celtas, a Lusitânia, o Império Romano, os Mouros, as Viagens e o Brasil

Muito se têm escrito a respeito da “Lusitânia e de Portugal”, referências, datas, tempos, viagens, descobertas, todavia, apesar de que na história são registradas as datas em livros, compêndios, escritos, jornais, revistas, bem como, documentos tombados em castelos, locais de reinos etc…, no entanto em razão das modificações em calendários os tempos exatos nós não sabemos as épocas precisas, todavia para que possamos ter uma realidade mais próxima, vamos tentar esclarecer os tempos desses todos acontecimentos e por ventura as datas mais aproximadas com os nossos tempos.
Na época dos Celtas que dominaram a Península Ibérica há 4.000 anos, o Calendário existente era o: Calendário Africano, composto de 7 meses, e então o tempo na contagem corria mais depressa, uma vez que, na própria Bíblia Sagrada, podemos ler que tal cidadão viveu 150 anos, outros 300 anos e assim por diante. Ai veio o Império Romano, 300 anos antes de Cristo, e o Imperador Romano Júlio Cesar, alterou o Calendário Africano introduzindo mais 3 meses, o mês de Junho em homenagem à Deusa Junos do Império Grego/Romano, o mês de julho em sua própria homenagem Imperador Júlio Cesar e o mês de Agosto em homenagem ao seu irmão imperador (então) falecido Augusto César e então o ano passou a ter 10 meses e isso perdurou por 1.000 anos e todos acontecimentos na Lusitânia e em Portugal, foram fixadas pelo Calendário Juliano.
No ano de 1517, o Papa Gregório IV, alterou o Calendário Juliano e introduziu os meses de Janeiro e Fevereiro, meses 11 e 12, todavia os franceses reclamaram que o Natal cairia em Fevereiro e o Papa recuou Janeiro e Fevereiro para o começo do Ano e ai tivemos uma distorção aritmética porque houve a alteração nominal, Setembro mês 7 passou a 9, Outubro mês 8 passou a 10, Novembro mês 9 passou a 11 e Dezembro mês 10 passou a 12. Podemos até citar a descoberta do Brasil em 22 de Abril de 1500, isso foi pelo Calendário Juliano, e se considerarmos que em 500 anos o Calendário foi prorrogado em 2.000 meses a mais, temos nova distorção no tempo e se for feito um estudo aritmético hoje estaríamos no ano de 2.117 pelo Calendário Juliano e muitos anos mais da descoberta do Brasil.
Portanto, os meses pelo Calendário Gregoriano, passaram a ser da seguinte forma: JANEIRO, Deus Janos, FEVEREIRO, Febre das Plantações, MARÇO, Deus Marte, ABRIL, abrir das Flores, MAIO, maioridade das Flores, JUNHO, Deusa Junos, JULHO, Julio Cesar, AGOSTO, Augusto Cesar, SETEMBRO, OUTUBRO, NOVEMBRO E DEZEMBRO, meses 09-10-11 e 12.
Se por ventura ainda pensarmos nas nossas idades e se não houvesse essa modificação no Calendário em 1517, hoje até as nossas idades seriam diferentes, e com certeza no raiar de nossas idades acima de 5O ANOS pelo Calendário Juliano já muitos teríamos passado dos 100 anos e com certeza muitos de nós seriamos seres centenários.

 

Adriano Augusto da Costa Filho
Membro da Casa do Poeta de São Paulo, Movimento Poético Nacional, Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores, Academia Virtual Poética do Brasil, Ordem Nacional dos Escritores do Brasil, Associação Paulista de Imprensa, Associação Portuguesa de Poetas/Lisboa e escreve quinzenalmente para o Jornal Mundo Lusíada.



+ Acessadas



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade