Domingo, 21 de Setembro de 2014 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no Orkut Mundo Lusiada no YouTube

A Crise para os Bilionários

Por | 1 março, 2013 as 4:11 pm | Nenhum comentário

A economia capitalista globalizada permanece acusando as dores desde que aconteceu a explosão da crise financeira em 2008. Tanto na zona do euro quanto nos EUA, passando pela China e demais países em desenvolvimento, caso do Brasil, com PIB medíocre em 2012: 0,9%. Anos de incertezas torturando a existência de bilhões de mortais. Na Europa, por exemplo, a Alemanha, tem desemprego de 11%; na Espanha, há 17 milhões de desempregados, um quatro da população, com 50% dos jovens no desvio. Na Grécia, um quinto da população está sem colocação, sofrendo igualmente Itália e Portugal. São constantes as manifestações populares de repúdio ao cenário, que não tem data marcada para se recuperar efetivamente. Dura vida. Porém, nem tudo é ranger de dentes. Há encantos incríveis também sendo experimentados sob o mesmo sol.

A Agência Bloomberg, empresa de consultoria estruturada numa rede global, que faz análises de negócios e investimentos, publicou em janeiro sua resenha anual. Constatam os cálculos dos pesquisadores que os invejados 100 indivíduos mais ricos do mundo ganharam polpudos 241 bilhões de dólares no difícil ano que passou. O montante representa o que a Espanha gastou com aposentadorias, desemprego, saúde e benefícios sociais em 2012. As fortunas juntas somam, agora, 1,9 trilhões de dólares. Somente 16 deles tiveram perdas a lamentar. Todavia, na opinião de vários foi, na realidade, um ano ‘estupendo’. O campeão na soma de riquezas é o mexicano Carlos Slim, com uma fortuna avaliada em 75,2 bilhões de dólares. As receitas de suas empresas de telecomunicação, imobiliárias e as ações em grupos de mídia cresceram 21,6%. É considerado monopolista nas comunicações no México, tendo também numerosos negócios na Espanha. Quem o persegue com tenacidade nessa gostosa competição para vips é aquele que já foi o homem mais rico do mundo, Bill Gates, cofundador da Microsoft. Conta com um patrimônio de 62,7 bilhões de dólares, tendo a sua fortuna elevada em 12,6% no último período. O espanhol Amancio Ortega, fundador do grupo têxtil Inditex, do qual faz parte a rede Zara, foi quem mais aumentou sua fortuna em 2012, com ganho de 63% em relação ao ano anterior, atingindo um total de US$ 57,5 bilhões. É, assim, um luxuoso acumular.

A tristeza de tantos é a alegria de uns poucos. Afinal, a todo passivo cabe um ativo, nos ensina a contabilidade de forma direta. E curiosamente, de maneira quase simultânea a Bloomberg, a ONU publicou outro documento. E bastante incômodo, aliás. Nele, alertou que 870 milhões de pessoas passam fome diariamente. Anualmente ela mata mais que doenças como aids, malária e tuberculose juntas. Um terço das crianças nos países em desenvolvimento morrem desnutridas. E o assombroso disso tudo é que, muita atenção aqui, bastam meros US$ 0,25 / dia para garantir que uma criança tenha acesso ao básico nutricional para um crescimento saudável. Cruel insanidade. A humanidade precisa urgentemente repensar a equivocada construção que faz de seu mundo.

São Paulo, 1º de março de 2013

 

Prof. José de Almeida Amaral Júnior
Professor universitário em Ciências Sociais; Economista, pós-graduado em Sociologia e mestre em Políticas de Educação; Colunista do Jornal Mundo Lusíada On Line, do Jornal Cantareira e da Rádio 9 de Julho AM 1600 Khz de São Paulo.





 

Deixe uma resposta

 

 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade