Quarta, 23 de Agosto de 2017 Mundo Lusiada no Facebook Mundo Lusiada no Twitter Mundo Lusiada no YouTube

Incêndios: Fogo chegou a “paisagem protegida” em Sesimbra

Por | 7 agosto, 2017 as 5:08 pm | Nenhum comentário

Mundo Lusíada
Com agencias

O incêndio que deflagrou neste dia 07 em Sesimbra, no distrito de Setúbal, já foi dominado pelos bombeiros, disse à agência Lusa Patrícia Gaspar, adjunta nacional de operações da Proteção Civil.

“O incêndio nesta altura está dominado. Continuam os meios no local a combater alguns pequenos focos de incêndio e o trabalho vai decorrer ao longo de toda a noite e durante o dia de terça-feira para evitar reativações, uma vez que a área ainda é vasta”, disse.

Segundo a imprensa portuguesa, o incêndio numa zona de pinhal consumiu “paisagem protegida”, e teve um reforço de meios no terreno. “Não coloca aparentemente populações em risco e que o que está a arder é uma zona de pinheiros e mato, uma zona de paisagem protegida”, sublinhou o vice-presidente da Câmara de Sesimbra.

O incêndio deflagrou na zona da Lagoa da Estacada, perto do espaço interpretativo de aves. A adjunta nacional de operações da Proteção Civil explicou que no local já estão também a trabalhar máquinas de rasto e maquinaria pesada para evitar reacendimentos, explicando que existem previsões de vento e que é preciso consolidar a zona.

A presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, Felícia Costa (CDU), disse à Lusa que existem pequenos focos de incêndio que estão a ser apagados pelos operacionais, mas que o incêndio já foi “praticamente controlado”.

“Os meios continuam a trabalhar no local, com exceção dos meios aéreos, e as chamas já estão praticamente controladas. Existem ainda alguns focos, mas estão a ser apagados pelos bombeiros”, disse a autarca.

Felícia Costa explicou que o incêndio não colocou habitações em perigo e que o único ferido foi um bombeiro que foi transportado ao hospital, mas com ferimentos ligeiros num olho e que em breve deverá ter alta.

O alerta para o incêndio foi dado pelas 12:17 (local), com as chamas a lavrarem numa zona de pinhal, originado o corte da estrada nacional 377, entre o Marco do Grilo e a Lagoa de Albufeira.

O incêndio também provocou o bloqueio da estrada nacional 377, entre o Marco do Grilo e a Lagoa de Albufeira. Um canil privado optou, por decisão própria, retirar os animais das suas instalações devido ao fumo. No combate às chamas estiveram 262 operacionais, apoiados por 85 meios terrestres e seis meios aéreos.

Elvas
O incêndio que deflagrou também perto de Elvas, no distrito de Portalegre, foi considerado dominado às 19:57 desta segunda-feira e já foram reabertas ao trânsito as estradas que estavam cortadas, disse fonte da Proteção Civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre adiantou à agência Lusa que o fogo deflagrou na zona da Boa Fé, perto da cidade de Elvas e da autoestrada A6, tendo devastado uma área de pasto e de olival.

O incêndio obrigou ao corte da Estrada Nacional 373 entre Elvas e Campo Maior e da Estrada Municipal 116, entre Elvas e o Caia.

O combate às chamas, segundo a fonte do CDOS, envolveu 136 operacionais de várias corporações de bombeiros dos distritos de Portalegre e de Évora, apoiados por 39 veículos e dois helicópteros, sendo um de Espanha.

Algarve
Os bombeiros também dominaram o incêndio florestal que deflagrou em Odiáxere, concelho de Lagos, no Algarve, e que levou ao corte da Via do Infante (A22) em duas zonas.

O segundo comandante do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, Abel Gomes, disse que os meios colocados no terreno alcançaram os 149 operacionais, 43 veículos e três meios aéreos e estão agora a trabalhar para “em breve” poder dar o incêndio por extinto e entrar depois em fase de rescaldo.

O fogo teve duas frentes ativas, numa zona de mato e eucalipto, com algumas habitações, mas os meios estiveram atentos para fazer a sua defesa em caso de ameaça. O segundo comandante disse também que o vento não facilitou os trabalhos e os bombeiros defrontaram-se com algumas projeções, que obrigaram a “cortar a A22 no sentido Lagos-Portimão”.



+ Acessadas



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
 
© 2011 Jornal Mundo Lusíada - RVR PROMOÇÕES E PUBLICIDADE LTDA. Todos os direitos reservados.
Assine - Fale Conosco - Publicidade